O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), fez uma série de publicações na última noite, fazendo a defesa da sua gestão em tom de desabafo. Na ocasião, o chefe do Executivo também citou uma passagem da Bíblia para apelar pela união dos brasileiros.

 

Bolsonaro citou a passagem de Mateus 12:25, onde Jesus defende o seu ministério diante dos fariseus. Um dos ensinamentos extraídos do texto é sobre a impossibilidade de um governo se manter erguido, estando ao mesmo tempo dividido internamente.

 

“Está escrito há 2 mil anos: ‘Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá'”, postou o presidente. “Por décadas tentaram nos dividir de todas as formas, e a consequência para o Brasil foi a sua quase total destruição.”

 

Sem citar nominalmente os adversários, Bolsonaro argumentou que atualmente há uma luta contra os que desejam retornar ao poder para voltar a praticar os mesmos crimes de antes. “Não se fazia um só acordo sem propina”, disse ele.

 

“Como revelaram os próprios integrantes do maior esquema de corrupção de nossa história, não se fazia um só acordo sem propina; não se realizava uma obra sem antes negociar vantagens ilícitas; não se fazia campanha sem lotear cargos e ministérios previamente. Assim era o Brasil”, destacou o presidente.

Bolsonaro disse ainda que tem recebido pressão de vários setores, a fim de que desista de querer continuar liderando o Brasil. Ele, contudo, lembrou que fez um juramento em defesa do país durante o seu serviço militar, e que por isso dará a sua vida se for preciso.

 

Por fim, o líder do Executivo concluiu dizendo que é possível transformar o Brasil no país que “nosso povo sempre sonhou”, sendo necessário continuar implementando mudanças para isso.

 

“É com esse espírito que aceitamos a missão de seguir lutando e trabalhando, para cada vez mais transformar em realidade o que diziam ser impossível, e mostrar ao mundo que este país é capaz, sim, de se tornar uma grande potência, à altura daquilo que nosso povo sempre sonhou!”, concluiu.

 

Fonte: site notícias gospel mais